Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Acontece Suspiros crocantes do dia

Suspiros crocantes do dia

Para o Rio

Guardei o prosaico em gavetas    
Meu cotidiano requer poesia
Um verso de café coando          
Pão que sublima a manteiga
E flor postada no vaso 
A recortar o silêncio  

Sabor e perfume tem casa     
A nossa a mais linda a mais quente
A mais desejada de todas
Onde seja o aqui e o agora
                   
Já de noite eu teço outros versos     
O banho tem ervas de cheiro
A cama desmancha a postura     
Há toques de rosa selvagem      
Então os sonhos pipocam

Suspiros crocantes do dia

Ações do documento
« Setembro 2017 »
Setembro
DoSeTeQuQuSeSa
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930