Você está aqui: Página Inicial Verso e prosa Poesia Por 2010

Por 2010

POR 2010

Pelos meus pés que tatuam a areia
Grossa e molhada com o sal do mar;
Pelos meus olhos que singram as ondas
E aportam no horizonte ancorado ao céu;
Pelos meus pulmões que o ar infla
Como velas de naves internas,
Eu agradeço, mas não daqui;
Já parti. Navego perto do sol e falo a ele:
Abraça minha alma, amorna meu afeto,
Torna cálida toda a minha existência
Que outro ano já vem, e eu de novo
Me inauguro.
Josimey
Feliz

Ações do documento
« Julho 2019 »
Julho
DoSeTeQuQuSeSa
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031