Você está aqui: Página Inicial Verso e prosa Poesia Poema mudo

Poema mudo

POEMA MUDO

 

Tua boca cobre meu seio:

vejo o bico sumir

na suave pressão da tua língua

e o poema que eu escreveria

acabou mudo de tesão.

 

Ações do documento
« Novembro 2019 »
Novembro
DoSeTeQuQuSeSa
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930