Você está aqui: Página Inicial Verso e prosa Poesia Jornada

Jornada

JORNADA

 

De quantos papéis

me sirvo e me faço

vestir, encarnando

mil faces e falsas

facetas de carne...

 

De máscaras gregas

forjadas no rosto,

extraio a argamassa

que me faz existir

e haver como gente.

 

No palco da vida,

eu sou atriz.

Versátil,

de frágil memória.

Meu riso é vário.

 

Ações do documento
« Novembro 2019 »
Novembro
DoSeTeQuQuSeSa
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930