Você está aqui: Página Inicial Verso e prosa Poesia Aos cuidados do teu amor

Aos cuidados do teu amor

AOS CUIDADOS DO TEU AMOR

 

Vem, deita aqui comigo

Que as noites têm sido longas

E os dias estão sem poesia.

Põe tua pele na minha pele,

Quero sentir teu cheiro

Faz tempo...

Tenho tocado em plástico,

Ouvido impulsos elétricos

E me coberto com panos frios.

A natureza das coisas é áspera,

A solidão ronda rosnando.

Preciso do teu afeto cálido

Para engolir o gosto amargo

Da vida.

 

Ações do documento
« Novembro 2019 »
Novembro
DoSeTeQuQuSeSa
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930