Você está aqui: Página Inicial Verso e prosa Poesia 2008

2008

2008

 

Antes que amanheça outro ano

Atenta e ouve

O silêncio que habita madrugadas

Debulha essa vagem de tempo

Na luz que ondula ainda fria

Saboreia o matiz delicado

Sê fonte, sê mar

De fertilidade, beleza e encanto

Como uma e também três das graças

As deusas que dançam em ti

Assim o dia o ano a vida

Serão claridade e alegria

Poesia

Da mais luminosa que há

 

Ações do documento
« Novembro 2019 »
Novembro
DoSeTeQuQuSeSa
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930