Você está aqui: Página Inicial Artigos Científicos Cultura juvenil, cultura do consumo: representações midiáticas e percepção de si

Cultura juvenil, cultura do consumo: representações midiáticas e percepção de si

O presente artigo apresenta uma articulação de reflexões que consideram o consumo simbólico como referência de uma epistemologia dos processos comunicacionais/midiáticos3. Esse consumo apresenta implicações em processos materiais e produtivos, e se constitui também como regime afetual, dinâmica estésica e estética de produção de sentido vinculado a dimensões simbólicas, ideológicas. Seu estudo é apoiado em investigações teórico-multimetodológicas que enfocam produtos midiáticos e práticas de consumo cultural relevantes nos processos de subjetivação de jovens urbanos tanto pela reprodução de padrões como pela criação de novas formas de apropriação de bens simbólicos4. As representações que a mídia faz dos jovens urbanos contemporâneos resultam em percepções de si por parte desses jovens que tanto confirmam quando contradizem tais representações.

ColetaneaCultJuvenis_RoseJosy.pdf — PDF document, 209Kb

Ações do documento
« Dezembro 2020 »
Dezembro
DoSeTeQuQuSeSa
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031